A Aria Technologies lançou oficialmente durante a feira Pollutec – o maior evento mundial no setor do ambiente, que aconteceu em Lyon, na França, de 27 a 30 novembro – a ferramenta computacional Aria Impact 3D. Uma extensão do software Aria Impact, a tecnologia complementa a gama de instrumentos de modelagem de dispersão atmosférica desenvolvida pela empresa, com diversos níveis de complexidade para os usuários, incluídos em um mesmo ambiente de trabalho e com ferramentas de simulação de dispersão tridimensionais. Com o software Aria Impact 1.7 integrado ao Aria Impact 3D, o usuário possui acesso ao modelo Aermod, de domínio público recomendado pela agência ambiental norte americana (EPA, na sigla em inglês), cuja aplicação é regulamentar em diversos países. Com o software Aria Impact 3D, os usuários poderão escolher entre modelo puff gaussiano Calpuff, igualmente recomendado pela EPA, bem como o modelo langrangeano a partículas PMSS (Paralelização Micro Swift Spray), que permite efetuar uma simulação muito mais precisa do escoamento e da dispersão com a presença de obstáculos (edifícios industriais ou urbanos). O modelo PMSS, proveniente de pesquisas recentes na área da defesa civil e aplicações militares, é particularmente indicado para as emissões em ambientes urbanos e industriais. A vantagem do software Aria Impact 3D é permitir o uso de dados de entrada homogêneos e, desta maneira, obter a versatilidade do uso de diferentes códigos de cálculo: desde uma estimativa rápida de médias anuais com um modelo gaussiano até estudos detalhados de casos críticos (valores máximos) com um modelo 3D completo. A Interface Gráfica de Usuário (GUI) amigável do Aria Impact foi preservada e aperfeiçoada, por exemplo, com o carregamento automático de bases de dados cartográficos públicas relativo à topografia e ao uso do solo. Aria Impact 3D está, do mesmo modo, disponível como uma ferramenta integrante do software Aria City, que oferece interface gráfica de usuário totalmente desenvolvida com ARCGIS (ESRI), possibilitando a plena consideração da complexidade de dados urbanos.