03/07/2018

Para mostrar a pluralidade da aplicação do plástico e apresentá-lo como solução ao design, contribuindo com o debate sobre a importância do uso consciente do material, a Braskem promove a exposição “Design MADE by plastic”, que integra a programação da 6ª edição da feira MADE (Mercado, Arte, Design), realizada entre os dias 27 de junho e 1º de julho, no Pavilhão da Bienal, em São Paulo.

Com cenografia planejada para provocar diferentes compreensões sobre o material, tradicionalmente reconhecido como produto fabricado em larga escala pela indústria, a mostra apresenta o plástico em diversos contextos, atribuindo a ele novos valores por meio de criações artísticas, autorais, e soluções aplicáveis em setores distintos, como moda, saúde, mobilidade e mobiliário.

Os visitantes da exposição poderão conferir, por exemplo, aplicações inusitadas do insumo em criações da estilista Glória Coelho e em design de joias, com peças impressas em 3D elaboradas pela designer Beatriz Barbosa. Nomes de peso do design de móveis, Philippe Starck e os irmãos Campana também terão suas peças expostas ao lado do quadro de bicicleta produzido com plástico reciclado, desenhado por Juan Muzzi, e da primeira capa adaptável de prótese de perna produzida em plástico no mundo, desenvolvida pelos designers industriais Rodrigo Brenner e Mauricio Noronha, do Furf Design Studio.

Os designers também estarão no estande da Braskem para compartilhar conhecimento com o público, contando detalhes sobre seus processos criativos e como aproveitam o plástico em seus trabalhos. As conversas iniciam sempre às 15h30. No dia 28, Juan Muzzi apresentará o projeto de bicicleta urbana feita com plástico reciclado, a Muzzicycles; e, em 29, o Estúdio Gloria Coelho falará sobre o uso do material na moda; em 30, Rodrigo Brenner e Mauricio Noronha contarão como é criar próteses.

“A união do plástico com o design tem o potencial de ser um motor de transformação da vida das pessoas por meio de projetos desenvolvidos em diversas áreas, como mostra o projeto da capa adaptável de prótese de perna, por exemplo. O uso dele como matéria-prima, neste caso, torna o produto mais acessível financeiramente e permite que seja produzido em larga escala”, explica Ana Laura Sivieri, gerente de marketing da Braskem, patrocinadora da MADE.

A executiva conta ainda que, durante os seis dias de evento, a empresa será responsável pela coleta seletiva do material descartado por visitantes da feira. “Reconhecemos nossa responsabilidade, como indústria, na construção de um futuro mais sustentável, inovador e inteligente. Desenvolvemos uma série de projetos que estimulam o uso consciente do plástico e a reciclagem, e isso também será aplicado na MADE”, afirma.

Com a proposta de levar a indústria para dentro de um evento voltado à arte, a 6ª edição da MADE reúne mais de cem expositores nacionais e internacionais, além de contar com programação que envolve palestras, sessões de filmes e lançamento de livros. Tem curadoria de Waldick Jatobá e Bruno Simões, que se inspiraram no tema “Machine Art After Philip Johnson”, nome de exposição que o designer realizou no MoMa (NY) em 1934. Mais informações podem ser encontradas no site www.mercadodeartedesign.com

(Braskem)