09/03/2017

A Volkswagen do Brasil formou a primeira turma de técnicos em Mecatrônica da indústria brasileira com o mesmo nível de qualificação da Alemanha e diploma reconhecido pela Confederação Alemã das Câmaras de Comércio e Indústria (DIHK). As aulas são ministradas no Centro de Formação Profissional Volkswagen SENAI, localizado na fábrica Anchieta da Volkswagen do Brasil, em São Bernardo do Campo (SP). Além de jovens empregados da própria Volkswagen, a turma de 19 alunos conta com colaboradores das empresas Grob, ZF, Mahle, Thyssen Metalúrgica e Thyssen Elevadores, que são parceiras no projeto de qualificação. Chamado de Duale Ausbildung (Sistema de Ensino Dual, porque integra prática e teoria), o programa é resultado de uma parceria entre a Volkswagen do Brasil; Governo da Alemanha, por meio do Ministério para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico da Alemanha (BMZ – Bundesministerium für wirtschaftliche Zusammenarbeit und Entwicklung), e a Câmara de Comércio e Indústria Brasil – Alemanha (AHK).

A cerimônia de formatura contou com a presença do Cônsul Geral da Alemanha em São Paulo, Axel Ulrich Zeidler; do Vice-Presidente de Recursos Humanos da Volkswagen do Brasil e Região SAM (América do Sul, Central e Caribe), Nilton Junior; do Diretor de Assuntos Corporativos e Relações com a Imprensa da Volkswagen do Brasil, André Senador; do responsável pela Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável da AHK, Bernd dos Santos Mayer; e da Diretora do Centro de Competência e Formação Profissional da AHK, Patrícia Caires, entre outros convidados.

Nilton Junior afirmou que o programa de Ensino Dual é uma “iniciativa de vanguarda, por estabelecer no Brasil um conceito de formação profissional até então inexistente no País”. Dirigindo-se aos jovens profissionais, o executivo destacou que eles “devem utilizar o conhecimento avançado adquirido para atuarem na transformação do ambiente das empresas onde trabalham”. O executivo também parabenizou os professores, as empresas, o Consulado da Alemanha, a AHK e o SENAI, responsáveis pelo programa.

Axel Zeidler disse que “é um orgulho para o Governo Alemão poder compartilhar com o Brasil e com o mundo o modelo de ensino dual, prático e teórico, que é um dos fatores responsáveis pela posição de destaque da Alemanha na economia mundial”. Segundo ele, “além de excelentes engenheiros, físicos e químicos, um País deve formar excelentes técnicos, para obter como resultado a alta qualidade de seus produtos”. Zeidler parabenizou as empresas, a AHK e, sobretudo, os jovens recém-formados pelo sucesso do programa no Brasil.

De acordo com Bernd dos Santos Mayer, “o primeiro passo do programa, que consistiu na implementação do sistema de ensino que combina a prática com a teoria, foi a etapa mais difícil do processo. Mas agora a iniciativa é um sucesso total”. Patrícia Caires disse que a maioria das empresas alemãs investe na formação de profissionais e sabe que isso demanda tempo, para depois os frutos serem colhidos: “A educação que nós precisamos é uma qualificação diferenciada”, destacou.

Para igualar o ensino de Mecatrônica no Brasil ao mesmo nível da qualificação oferecida na Alemanha, o Centro de Formação Profissional Volkswagen SENAI acrescentou um terceiro ano de estudos ao seu programa de formação profissional. Neste período adicional, que é 80% prático e 20% teórico, os alunos participaram de aulas ministradas em um novo laboratório exclusivo em Mecatrônica. No local, os estudantes desenvolveram projetos aplicativos conciliando dispositivos mecânicos, eletroeletrônicos e pneumáticos. Além disso, os jovens atuam diretamente nos processos produtivos de suas empresas, com apoio de tutores. No total, os jovens tiveram uma carga de 1.600 horas de ensino profissional.

“No curso, todos passaram por uma bateria de exames práticos e teóricos e receberam a certificação como Especialista Técnico Desenvolvedor Integrador de Sistemas Automatizados de Manufatura”, explicou Sérgio Costa, Gerente de Gestão de Competências e Planejamento de RH da Volkswagen do Brasil. Segundo ele, em 2017, o Sistema de Ensino Dual formará mais uma turma de 19 estudantes, composta por empregados da Volkswagen, Scania, Grob, ZF e Kostal.

Com 43 anos de tradição, o Centro de Formação Profissional Volkswagen SENAI sempre se destacou pelo ineditismo e já formou dentro da fábrica Anchieta mais de 6.400 alunos para o mercado de trabalho.