06/03/2017

A secretária executiva da Anpei, Marcela Gentil Flores, compartilhou, em primeira mão durante a Open Innovation Week 2017, o início da estruturação de um projeto que tem como um dos objetivos principais a capacitação de gestores de grandes empresas para se tornarem mentores de empreendedores e startups.

A novidade foi divulgada durante a reunião do Comitê Oficial 100 Open Startups com o diretor-científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz, o diretor-presidente da Fundação, Carlos Américo Pacheco, e representantes de grandes empresas – muitas associadas à Anpei e convidadas especialmente pela Associação.

O objetivo do encontro foi a apresentação – por parte da Fapesp – de uma proposta de parceria entre grandes empresas e o programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

A Fapesp, através do PIPE, financia atividades de pesquisa dentro das pequenas empresas inovadoras, por isso, é necessário que um pesquisador responsável, que tenha vínculo com a empresa, assine o projeto submetido ao programa. “Nosso objetivo é que essas startups cresçam e se consolidem. Mas, como a Fapesp financia pesquisa e não escalonamento, esse acompanhamento no mercado não é a nossa expertise”, disse Carlos Pacheco, já convidando as grandes empresas a participarem desse processo.

“Temos uma parceria com a Finep, que apoia essa fase de encaminhamento ao mercado. E também estamos incentivando as grandes empresas a realizarem mentorias ou a apoiarem as startups que saem do PIPE”, explicou Pacheco, que também apontou a parceria com a Anpei. “O processo de avaliação das empresas que submetem projetos ao PIPE passa por uma diretoria científica, e grande parte desse grupo é formado por representantes de empresas e por pessoas que passaram pela diretoria da Anpei nos últimos quatro ou cinco anos”.

De acordo com a secretária executiva da Anpei, 90% das associadas são grandes empresas. Mas, nesse âmbito de mentorias, a Associação tem percebido uma dificuldade por parte dos gestores dessas organizações.

“Em 2014, o MDIC veio à Anpei para convidar executivos de grandes empresas para participar como mentores do Programa Inovativa Brasil, um programa gratuito de aceleração em larga escala para negócios inovadores de qualquer setor e lugar do Brasil. Fizemos o convite e percebemos um grande interesse por parte dos gestores, no entanto, também vimos que existiam algumas dúvidas quanto ao mundo do empreendedorismo e das startups”, exemplificou Marcela.

Nesse sentido, de acordo com a secretária executiva, a Anpei está estruturando um projeto que tem como um dos objetivos principais a capacitação de grandes executivos para atuarem como mentores. “Essa é uma iniciativa recente da Associação e ainda não terminamos o planejamento. Mas podemos adiantar que vamos estruturar um curso de mentoria para gestores de grandes empresas. O intuito é sensibilizá-los e gerar conhecimento sobre o termo empreendedorismo em corporate venture”, disse Marcela.

Para isso, a Anpei pretende realizar workshops e trazer mentores para compartilhar suas experiências. “Isso será um ativo muito grande nesse processo que está acontecendo aqui, ou seja, nesse relacionamento que a Fapesp está buscando com as grandes empresas para beneficiar o ecossistema como um todo”, finalizou a secretária executiva, que também convidou os presentes a fazer parte desse projeto da Anpei, até mesmo da fase de construção, apontando quais são as principais dificuldades das grandes empresas quando o assunto é mentoria, empreendorismo e corporate venture.