27/02/2018

A primeira reunião do Comitê ICT-Empresa da Anpei de 2018, que aconteceu na última terça-feira, dia 20 de fevereiro, na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo (SP), reuniu representantes de 30 instituições e contou com apresentações acerca dos resultados obtidos pela Anpei em 2017, do Mapa do Ecossistema de Inovação 2.0, do Impacto Socioeconômico da Cooperação ICT-Empresa, e, também, do planejamento da programação de ações deste ano.

O encontro para associados teve início através da apresentação da agenda de 2018 e das palavras de Alessandro Rizzato, da Rhodia Solvay, que se apresentou como novo coordenador do Comitê ICT-Empresa. “Tenho envolvimento com a Anpei há muitos anos, com destaque para a organização do Guia ICT-Empresa. É um prazer estar assumindo a coordenação do Comitê. Gostaria de parabenizar o Leonardo Garnica, pelo excelente trabalho”, falou Rizzato.

Nova versão do Mapa da Inovação e pesquisa sobre o impacto da interação ICT-Empresa

Como uma das novas entregas do Comitê para 2018, a discussão acerca do Mapa do Ecossistema de Inovação 2.0 foi iniciada por Ricardo Yogui, membro e conferencista da agência de inovação da PUC-Rio, que explicou que a primeira versão do Mapa, de 2014, foi muito bem-sucedida, mas que, por volta do segundo semestre de 2017, os organizares começaram a pensar em atualizá-lo. “O ecossistema é uma coisa mais viva, então nós percebemos que em três anos muita coisa havia mudado, e pensamos em atualizá-lo”, explicou.

Se na primeira versão da publicação o objetivo foi mostrar uma fotografia do ecossistema de inovação do país e suas interações, a nova versão tem a proposta de ser um filme, transmitido em streaming e em tempo real, conta Yogui. “Utilizaremos ferramentas de inteligência artificial e big data para analisar bases de informação da Finep, Fapesp, CNPq, Lattes, INPI, redes sociais, dentre outras, para criar um mapa que mostre as interações entre os atores do ecossistema em tempo real”, explicou. Liderado pela Anpei, o projeto conta com apoio da IBM, através da sua ferramenta Watson, a ABDI, Puc-Rio, Samsung e FGV.

Ao fim da apresentação, Patrícia Leal Gestic, diretora de PI da Unicamp e vice coordenadora do Comitê ICT-Empresa, fez uma colocação em relação ao mapa da inovação, dizendo que “um exemplo é que, mesmo a Unicamp tendo toda uma expertise desenvolvida, hoje a universidade tem dificuldades para mapear pequenas empresas.  Conseguimos mapear as grandes, mas temos o interesse também de transferir tecnologias para startups, pequenas, médias e grandes empresas. Nesse contexto, o mapa terá um olhar mais microscópico e mostrará onde acontece o investimento, facilitando o nosso trabalho”.

Leonardo Garnica, gerente de inovação da Natura, deu continuidade à reunião com uma apresentação sobre o projeto com foco na mensuração do impacto socioeconômico da cooperação ICT-Empresa, que gerou uma maior discussão entre os associados presentes. “A gente nunca fez isso e é um desejo antigo, de como aproveitar esse potencial para fazer essa reflexão e conseguir dar norte para outros atores também. Pretendemos medir diversos indicadores, como empregos e impostos gerados, patentes, pesquisadores inseridos em indústrias e outros que conseguirmos compilar”, comentou.

Por fim, Patrícia Leal Gestic tomou a palavra e apresentou um vídeo sobre os 10 anos do Comitê ICT-Empresa. Após o vídeo, foi iniciada um brainstorming sobre as expectativas de todos no Comitê, sobre os novos modelos de Interação ICT-Empresa (interação com startups), sobre as políticas que envolvem essa interação, e, durante a conversa, a vice coordenadora pôde contar com grande colaboração dos presentes, que levantaram questões, expuseram casos e manifestaram suas posições acerca dos assuntos tratados. “Tivemos muitas sugestões interessantes e elas formarão a pauta dos encontros do Comitê ao longo de 2018”, explicou Gestic.

Novos associados

Dentre os associados da Anpei presentes, estavam representantes da TOTVS, Natura, Klabin S.A., RNP, Seip 7, USP, Einstein, Fundação Parque Tecnológico de Itaipu, Unicamp, SENAI – Departamento Nacional, Mahle, Vale, Intercement, Rhodia/Solvay, FEOP, PUC-Rio, UFSCAR, Liverpool, Embraco, Pirelli e Pieracciani. Além desses, estiveram presentes, também, representantes dos novos associados: Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marinello Advogados, Duratex S.A. (Deca) e Ecolab.

Dando as boas-vindas aos presentes, a professora de Gestão de Inovação, Redes de Inovação e Inovação Aberta da FVG, conselheira da WeFab e ex-diretora da Anpei, Luciana Hashiba, manifestou a reflexão da Fundação diante sua atuação no ecossistema de inovação do Brasil, e, também, apresentou uma pesquisa para que os associados presentes pudessem auxiliar a escola de negócios a contribuir com as demandas de inovação das empresas ligadas à Anpei. Segundo ela, essa foi uma das principais razões para que a Fundação se tornasse associada.

Dando boas-vindas aos novos associados, a diretora da Anpei e gerente de Relações Institucionais da Whirlpool, Sayonara Moreira, expôs um balanço dos resultados obtidos pela Anpei no ano de 2017, com números colhidos da associação, os destaques do ano, o plano de ação e as ações já mapeadas para 2018.