Capacitar o público alvo para conhecer o programa e identificar oportunidades e otimizar seus ganhos


Público-alvo: Montadoras/autopeças e demais fornecedores do setor automotivo


Conteúdo Programático:

Rota 2030: Oportunidades, desafios e boas práticas (8 hs)

– O que é o programa: objetivos e condições para habilitação,
– Os incentivos fiscais do programa,
– As atividades de P&D elegíveis,
– Boas práticas para identificação dos projetos elegíveis, – Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento,
– Boas práticas para identificação, classificação e contabilização dos dispêndios,
– Boas práticas para atendimento a auditoria do Programa,
– Obrigações: os relatórios para comprovar os dispêndios e o atendimento aos requisitos
– Sanções administrativas: multa, cancelamento e suspensão da habilitação.

read more

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. CONTEXTUALIZAÇÃO E ESTÍMULOS À INOVAÇÃO
Entender o ambiente de inovação tecnológica no Brasil
2. CONCEITO DE INOVAÇÃO 
Conhecer os diferentes conceitos de Inovação existentes.
3. CONCEITOS DE INOVAÇÃO PARA A LEI DO BEM E CLASSIFICAÇÃO DE PROJETOS
Compreender o conceito de inovação tecnológica no contexto da Lei do Bem e os elementos para a identificação de projetos a serem beneficiados.
4. TIPOS DE BENEFÍCIOS  FISCAIS E DISPÊNDIOS BENEFICIÁVEIS PARA A LEI DO BEM
Conhecer os tipos de benefícios fiscais contemplados na Lei do Bem, as exigências legais para utilização deste benefício, seu funcionamento e os tipos de dispêndios beneficiáveis.
5. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 
Compreender o processo de prestação de contas referente à utilização dos benefícios fiscais à inovação tecnológica ( Lei do Bem ) e melhores práticas adotada nesse processo.
6. CONCLUSÃO
Refletir sobre a importância dos incentivos fiscais como alavanca de inovação na empresa.
read more
Capacitar os participantes de forma dinâmica e prática a elaborar projetos de inovação para o setor, respeitando os critérios de análise e seleção das instituições como a Financiadora de Estudos e Projetos – Finep, com ênfase na Subvenção Econômica e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, sendo que ambos possuem programas de fomento à inovação tecnológica com verbas específicas. O diferencial desta capacitação está na metodologia prática quer permite a aplicação imediata dos participantes na descrição de projetos. Esta se dá através do desenvolvimento de atividades práticas para fixação dos conceitos; bem como, na análise crítica dos resultados da capacitação – projetos descritos e a utilização de ‘produto/serviço inovador lúdico’ para descrição do projeto.
 
PÚBLICO ALVO
Empresários de micro, pequenas e médias empresas. Colaboradores e gestores dos departamentos de P&D&I de empresas de médio e grande porte.
PROGRAMAÇÃO

1ª etapa
1. Inovação para as agências de Fomento
2. Principais Instituições de Fomentos e respectivos Programas de incentivo à inovação
3. Dicas para preenchimento dos formulários de projetos de inovação
4. Análise de edital público e atividade prática de Checklist

2ª etapa*
1. Orientações quanto ao preenchimento dos formulários de propostas
2. Descrição de um projeto utilizando ‘produto lúdico inovador’
3. Análise crítica dos projetos descritos pelas equipes.
(*) Trabalho desenvolvido com um tipo de formulário (FINEP, BNDES, CNPQ) a ser definido.

PROGRAMA

1. O que é inovação para as Instituições de Fomento?

a. Definições
b. Tipos e intensidades da inovação
c. Invenção e inovação

2. A gestão da inovação nas empresas

a. A empresa inovadora e os caminhos para a inovação
b. Obstáculos para a inovação nas empresas

3. A legislação da inovação no Brasil

a. Situação atual da inovação no Brasil
b. Renúncias fiscais, subvenção e linhas de financiamento
c. As leis 10.973, 11.077 e 11.196

4. Instrumentos de apoio à inovação: a FINEP

a. Financiamento reembolsável padrão
b. Os Programas FINEP
c. Os editais de subvenção econômica

5. Instrumentos de apoio à inovação: o BNDES

a. Visão geral das linhas de apoio
b. Linhas de Apoio à Inovação – Linha Inovação Tecnológica
c. BNDES Funtec

6. Instrumentos de apoio à inovação: CNPQ, Inova Talentos, EMBRAPII e SESI/SENAI Inovação

a. Visão geral das linhas de apoio
b. Linhas de Apoio à Inovação

7. Incentivos Fiscais: Lei do Bem e Lei de Informática

a. Visão geral das linhas de apoio
b. Lei do Bem
c. Lei de Informática

8. Editais e chamadas públicas de apoio à Inovação

a. Caracterização das chamadas
b. Checklist e análise de editais
c. Elegibilidade
d. Regras de avaliação

9. Elaboração de Projetos

a. Formatação do Modelo de negócios e Canvas
b. Formulário de Apresentação de Projetos
c. Dicas de preenchimento
d. Erros mais comuns
e. Exercícios práticos

 

CARGA HORÁRIA: 16 horas

INVESTIMENTO

A taxa de participação é de R$ 1.400,00 para sócios ANPEI e AHK e R$ 1.760,00 para não sócios.

read more
Conceber estratégias e planos de ação para desenvolvimento de empresas de grande e médio porte por meio da parceria e investimento em startups inovadoras criadas por empreendedores externos e/ou internos que tragam resultados mensuráveis já no curto prazo.
 
PÚBLICO ALVO
Gestores de inovação de empresas de médio e grande porte, profissionais das áreas de marketing, tecnologia, planejamento estratégico, recursos humanos, empreendedores, investidores anjos, gestores de fundos de investimentos de seed e venture capital, consultores de inovação.
PROGRAMAÇÃO

• Novos e complexos desafios das organizações

• Velocidade é a nova moeda dos negócios

• Inovação é a criação de novas e melhores fontes de lucros

• Co-inovação é mais do que uma tendência, é uma necessidade

• Inovação aberta só funciona com uma inovação fechada bem gerida

• Os elementos que integram uma iniciativa de corporate venturing que funciona.

• Corporate Venturing já deve trazer resultados no mesmo ano fiscal

• Onde e porque as organizações estão errando feio em suas iniciativas de corporate venturing.

• Aspectos estratégicos, políticos, operacionais, humanos e do ecossistema de inovação em iniciativas de corporate venturing. 

• (Re)planejado a iniciativa de corporate venturing da sua empresa.

Atividades / Exercícios / Case

•  Palestra com gestor de corporate venture: Acertos e os (muitos) erros

• Discussão de caso de fracasso de corporate venturing

• Worshop: (Re)planejando sua iniciativa de corporate venturing

• Banca de avaliação de trabalhos com Cássio Spina (Altivia e Anjos do Brasil) e Rodrigo Menezes (Derraik Menezes) 

 

CARGA HORÁRIA: 8 horas

INVESTIMENTO

A taxa de participação é de R$ 790,00 para sócios ANPEI e AHK e R$ 1.400,00 para não sócios.

read more
1. Conhecimentos concretos das megatendências que estão atualmente moldando o futuro.
2. Exercitar novas formas de pensar.
3. Uma introdução concreta ao método passo-a-passo para criar cenários.
4. Obter habilidades estratégicas avançadas em todos os níveis, desde mini empresários, fundadores de start ups até executivos globais.
PÚBLICO ALVODesenvolvedores de negócios, diretores de inovação, diretores de marketing, gerentes de marketing, estrategistas, gerentes de conta e gestores de inovação.
PROGRAMAÇÃO

1º dia – Introdução e Mega Trends
(08 HORAS)
Metodologia de estudos para o future
Megatendências
Implicações estratégicas dos megatendências

2º dia – Desenvolvimento de cenários 
(08 HORAS)
Guia passo-a-passo do desenvolvimento de cenários
Concepções de testes de estresse
Identificar as principais re-percepções
Implicações estratégicas

 ATIVIDADES E EXERCÍCIOS QUE SERÃO PROPOSTOS
• Apresentações misturadas com diálogo exploratório
• Sessões externas: “Futurista por um dia”
• Trabalho prático em grupo
• Exercícios Estratégicos
• Apresentações em grupo sobre megatendências chave e cenários desenvolvidos
• Feedback e métodos de teste de estresse
• Resumo das principais lições aprendidas e resultados
• Caça ao tesouro para re-percepções
• Identificar o que é mais relevante / urgente
• Explorar as implicações estratégicas
• Plano de ação e implementação

DESCRIÇÃO DO WORKSHOP: 
Você está trabalhando em uma organização orientada para o futuro? Ou você deseja que sua organização se torne uma melhor diretriz no que diz respeito às mudanças, em vez de apenas reagir a elas?
A elaboração de cenários é uma ferramenta para o pensamento estratégico. A capacidade de pensar estrategicamente é a chave para se tornar um tomador de decisão eficaz. É o processo pelo qual você supera as atividades operacionais do dia-a-dia para obter diferentes perspectivas sobre a dinâmica do mundo exterior que muda continuamente e assim ser capaz de posicionar-se melhor para alcançar seus objetivos.
Muitas empresas e organizações têm reconhecido que os cenários de fato são uma ferramenta muito útil ao traçar estratégias em médio e longo prazo. Operar diferentes cenários permitirá que você pense fora da caixa e explore as consequências de diferentes futuros possíveis de nos quais sua empresa pode encontrar-se daqui a 10 anos.

O QUE ESPERAR:
Nós estamos oferecendo-lhe um seminário de formação de um dia, onde você vai aprender a traçar cenários. O workshop é baseado em um modelo simples de passo-a-passo, onde o nosso ponto de partida é mapear os direcionadores de mudança, megatendências, e vamos acabar com quatro cenários diferentes para quatro futuros igualmente possíveis e prováveis.

A PARTICIPAÇÃO NESTE WORKSHOP PREVÊ:
• Sólidos conhecimentos das megatendências que estão atualmente moldando o futuro
• Exercícios para pensar de novas maneiras e fora da caixa
• Uma introdução concreta ao método passo-a-passo para criar cenários.
• Um case model de treinamento, onde você terá a oportunidade de praticar o uso de cenários
• Já no primeiro dia após a sessão de treinamento, você será capaz de usar a ferramenta de planejamento de cenários dentro de sua própria organização
• Foco não só em desafios, mas também em oportunidades.

PORQUE VOCÊ DEVE FAZER ESTE WORKSHOP?
Você deve participar se já sentiu que o futuro virá mais rápido do que o esperado, se deseja obter uma compreensão mais profunda dos futuros desafios que sua empresa pode encontrar, e se você quer ser capaz de integrar seus cenários aos seus planos de negócios e / ou suas estratégias de longo prazo. Se você quiser pensar fora da caixa por um dia, e se você quiser fazer contatos com pessoas de outras empresas, indústrias e setores, então este workshop é algo que você deve considerar.

OBSERVAÇÃO
Este workshop também pode ser customizado para as necessidades da sua empresa, no formato de curso in company.

CARGA HORÁRIA: 16 horas

INVESTIMENTO

A taxa de participação é de R$ 1.900,00 para sócios ANPEI e AHK e R$ 3.800,00 para não sócios.

read more

Este curso busca capacitar os participantes nos principais processos e práticas de Gestão da Inovação. Com o foco na definição do “como fazer”, explora um framework integrado dos principais processos, das práticas e das principais ferramentas para implantação de um modelo de gestão da inovação na empresa.

PÚBLICO ALVO

Executivos e profissionais envolvidos ou interessados na Implantação de Práticas Sistemáticas de Gestão da Inovação nas Organizações.

PROGRAMAÇÃO

1- O que é inovação?

a. Definições de inovação

b. Tipologia de inovação:

 

  1. Intensidade: Radical Vs Incremental;
  2. Escopo: Processo, produto, serviço, experiência e Modelo de Negócio;

iii. Grau de Novidade: Novo para o mundo, novo para o país, novo para empresa;

  1. Outras classificações (inovação de arquitetura, inovações fortalecedoras ou destruidoras de competência, etc.);

 

2- Inovação Disruptiva – Como empresas estabelecidas perdem a liderança do mercado para novos concorrentes e o que fazer para lidar com esse tipo de ameaça.

 

3- Inovação Aberta – A importância de colaborar e conectar ideias para inovar.

 

4- O desafio da organização ambidestra: Como ampliar a competitividade no negócio atual e, ao mesmo tempo, inovar para desenvolver os negócios do futuro.

 

5- Inovação na prática – Como tornar a inovação uma prática sistemática dentro de uma organização:

 

  1. Como abordar, de forma sistemática, a maneira como uma organização inova
  2. O Framework Integrado de boas práticas para a Gestão da Inovação:

 

  1. Direcionamento Estratégico;
  2. Gestão de Recursos;

iii. Exploração e Ideação;

  1. Priorização e Seleção;
  2. Desenvolvimento;
  3. Implementação e Perenização;

vii. Rede de Parcerias;

viii. Cultura e Organização;

 

  1. Como selecionar e integrar boas práticas em um modelo de inovação que adequado às especificidades de cada organização;

 

6- O lado humano – Engajando as pessoas para inovação

 

  1. Características de uma cultura organizacional favorável à inovação
  2. O papel da liderança na integração do discurso e das práticas de gestão para acelerar a inovação na organização
  3. Como identificar e superar as barreiras à inovação em uma organização.

 

Durante o curso os alunos utilizarão o conteúdo do ANPEI Exchange para:

 

(i) discutir, de forma crítica, a forma como a sua organização inova;

(ii) identificar gaps a serem superados;

(iii) Definir um plano de ação para superar esses gaps, acelerando a capacidade de inovação das suas organizações.

 

CARGA HORÁRIA: 16 horas

read more

Gestão do Conhecimento em Processos de Inovação

Capacitar os participantes a entender e implementar estratégias, processos e práticas de gestão do conhecimento e processos de inteligência – com base na discussão de conceitos e metodologias e em atividades práticas e interativas – de forma alinhada à estratégia do negócio e da organização.
PÚBLICO ALVO
Executivos e profissionais envolvidos ou responsáveis por processos e práticas de gestão da inovação, monitoramento tecnológico, pesquisa e desenvolvimento, Inteligência de mercado, inteligência competitiva, inteligência estratégica, inteligência tecnológica, inovação aberta e gestão do conhecimento.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• Capital intelectual nos negócios e organizações

• Tomada de decisão e desempenho nos níveis estratégico, tático e operacional

• Tomada de decisão e resultados de curto e longo prazo

• Informação, conhecimento e inteligência no processo de tomada de decisão

• Gestão do conhecimento e gestão de inteligência – visão integrada

• Métodos de conversão do conhecimento: aprendizagem, conhecimento e inovação

• Inteligência de mercado, inteligência competitiva, inteligência estratégica e inteligência tecnológica: convergências e diferenças

• A cadeia de valor do conhecimento e da inteligência na geração de valor

• Práticas e ferramentas de gestão do conhecimento e inteligência

• Gestão integrada de processos de conhecimento, inteligência e inovação

Atividades/ Cases / Exercícios

Diagnóstico simplificado de gestão do conhecimento

Diagnóstico simplificado de processos de inteligência

Discussão de casos reais

Discussão de experiências dos participantes

Atividades práticas interativas

read more

Anpei e Câmara Brasil–Alemanha promovem a 4ª edição do Ciclo de Capacitação em Inovação e Tecnologia em 2019

Apesar de o 1º Ciclo ter se concretizado em 2016, a parceria entre a Anpei e o departamento de Inovação e Tecnologia da Câmara Brasil – Alemanha existe desde 2013, com cursos independentes sobre inovação tecnológica a partir do Educanpei.

Com o objetivo de potencializar ainda mais esses conteúdos, o Ciclo foi criado em 2016 como um programa completo de capacitação, destinado para os executivos interessados em aplicar inovação e novas tecnologias nas empresas em que atuam.

Os módulos que constituem o Ciclo possuem uma sequência estratégica, mas também podem ser frequentados separadamente.

Os cursos contam com consultores renomados e experientes no mercado e com executivos de grandes empresas que já realizam, com sucesso, inovação no Brasil. Eles apresentam para os participantes como os temas debatidos são tratados no dia a dia das empresas.

1º Módulo – GESTÃO DA INOVAÇÃO

DATA: 22 e 23 de abril

Objetivo do curso:

Este curso busca capacitar os participantes nos principais processos e práticas de Gestão da Inovação. Com o foco na definição do “como fazer”, explora um framework integrado dos principais processos, das práticas e das principais ferramentas para implantação de um modelo de gestão da inovação na empresa.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/gestao-da-inovacao__439992

2º Módulo – MEGATENDÊNCIAS E DESENVOLVIMENTO DE CENÁRIOS FUTUROS

DATA: 15 e 16 de maio

Objetivo do curso:

1. Conhecimentos concretos das megatendências que estão atualmente moldando o futuro. 2. Exercitar novas formas de pensar. 3. Uma introdução concreta ao método passo-a-passo para criar cenários. 4. Obter habilidades estratégicas avançadas em todos os níveis, desde mini empresários, fundadores de start ups até executivos globais.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

hthttps://www.sympla.com.br/megatendencia-e-desenvolvimento-de-cenarios-futuros__440005

3º Módulo – GERAÇÃO DE IDÉIAS E MODELAGEM DE NEGÓCIOS

DATA: 04 e 05 de junho

Objetivo do curso:

Este módulo busca capacitar os participantes no processo e nas ferramentas de Design Thinking com o objetivo de torna-los capazes de conceber e implantar ideias fora da caixa para solucionar desafios de negócio complexos e criar novas fontes de crescimento. A modelagem de negócios com foco na agregação de valor a estratégia da empresa.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/geracao-de-ideias-e-modelagem-de-negocios__242886

4º Módulo – MAPAS DE ROTAS TECNOLÓGICAS PARA PLANEJAR P,D&I – ROADMAP

DATA: 06 de agosto

Objetivo do curso:

1- Capacitar os participantes nas técnicas para elaboração de Mapas Tecnológicos 2- Realizar oficinas para treinamento e aplicação dos conceitos e das boas práticas; 3- Qualificar os Dirigentes, Especialistas e Técnicos para que as metodologias sejam aplicadas respeitando as condições específicas das empresas; 4- Gerar mapas tecnológicos evidenciando claramente o mercado que se deseja alcançar; os produtos que a serem gerados; as tecnologias a serem desenvolvidas; os recursos humanos, equipamentos, materiais, infraestrutura e conteúdo tecnológico para cada novo processo

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/mapas-de-rotas-tecnologicas-para-planejar-pdi—roadmap__440078

5º Módulo – DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DE INOVAÇÃO

DATA: 07 de agosto

Objetivo do curso:

A inovação é um fenômeno organizacional dependente da colaboração entre profissionais internos e externos à empresa. A forma como as pessoas se comportam em relação ao trabalho define a cultura da organização e impacta positiva ou negativamente na inovação.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/desenvolvimento-da-cultura-de-inovacao__440083

6º Módulo – CORPORATE VENTURE

DATA: 02 de setembro

Objetivo do curso:

Conceber estratégias e planos de ação para desenvolvimento de empresas de grande e médio porte por meio da parceria e investimento em startups inovadoras criadas por empreendedores externos e/ou internos que tragam resultados mensuráveis já no curto prazo.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/corporate-venture__242894

7º Módulo – ELABORAÇÃO DE PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS

DATA: 12 e 13 de novembro

Objetivo do curso:

Capacitar os participantes de forma dinâmica e prática a elaborar um Plano de Negócio para projetos de inovação e captação de recursos, respeitando os critérios de análise e seleção das principais instituições como a Finep, BNDES, BRDE e SESI/SENAI INOVAÇÃO. O diferencial desta capacitação está na metodologia prática que permite a aplicação imediata dos participantes na elaboração de um Plano de Negócio. Esta se dá através do desenvolvimento de atividades práticas para fixação dos conceitos, análise de planos modelo e elaboração baseado em produto/serviço inovador.

link do conteúdo programático e inscrição abaixo:

https://www.sympla.com.br/elaboracao-de-projetos-para-captacao-de-recursos__242901

INVESTIMENTO P/ O CICLO DE CAPACITAÇÃO:

R$ 4.850,00 para associados ANPEI e AHK

R$ 6.850,00 para não associados

Os cursos também serão comercializado em módulos individuais:

R$ 1.760,00 não associados – 16 horas

R$ 990,00 associados – 16 horas

R$ 960,00 não associados – 8 horas

R$ 720,00 associados – 8 horas.

Política de Desconto:

2 inscrições da mesma empresa – 5 % de desconto
3 inscrições da mesma empresa – 10 % de desconto
4 inscrições da mesma empresa – 15 % de desconto
Acima de 5 inscrições – 20 % de desconto

obs: podendo ser divido em até 4 vezes

Para mais informações, entre em contato com Fernando Gonçalves (11) 38461334 fernando@anpei.org.br

read more

Objetivo

Capacitar os participantes de forma dinâmica e prática a elaborar um Plano de Negócio para projetos de inovação e captação de recursos, respeitando os critérios de análise e seleção das principais instituições como a Finep, BNDES, BRDE e SESI/SENAI Inovação.

O diferencial desta capacitação está na metodologia prática que permite a aplicação imediata dos participantes na elaboração de um Plano de Negócio. Esta se dá através do desenvolvimento de atividades práticas para fixação dos conceitos, análise de planos modelo e elaboração baseado em produto/serviço inovador.

Programação

1ª etapa

  1. Exposição dos conceitos relacionados ao Plano de Negócio e sua importância
  2. Etapas principais e Estrutura de um Plano de Negócio
  3. Como realizar coleta de dados internos e externos, análise e pesquisas de mercado
  4. Planejamento de marketing, operações e Planejamento financeiro
  5. Análise de um Plano de Negócio “modelo”

2ª etapa

  1. Oficina de elaboração de Plano de Negócio.
  2. Apresentação de seminários
  3. Análise crítica

Atividades/ Cases / Exercícios

– Elaboração de Plano de negócios

– Modelo de Plano de negócios para análise 

Carga Horária: 16 horas

read more

Este curso tem como objetivo apresentar o processo de gerenciamento de riscos em projetos, visando melhorar as possibilidades do profissional quanto sua influência no âmbito do gerenciamento de projetos. 

Programação

Contexto de Risco

Introdução ao gerenciamento de risco em projetos e seu contexto no cenário mundial atual.

  • Quais as origens do termo risco?
  • O que é risco?
  • Proposição de um sistema de gestão de risco

Planejamento da Gestão do Risco

Apresentação dos elementos que ajudam o gerente de risco/projetos a decidir e abordar o gerenciamento de riscos no projeto.

  • Como abordar os riscos de projetos?
  • Como constituir um plano de gerenciamento de riscos?
  • O que deve conter um plano de risco?

Identificação do Risco

Apresentação dos aspectos que envolvem a identificação de riscos em projetos. Serão vistas ferramentas para levantamento de informações muito utilizadas no exercício de identificação de riscos.

  • Como identificar os riscos em projetos?
  • Quais as fontes de riscos?
  • Como elaborar uma lista de riscos em projetos? Como documentá-los?

Avaliação Qualitativa e Quantitativa

Apresentação das questões referentes à análise numericamente das probabilidades e seus impactos dos riscos identificados, nos projetos.

  • Como avaliar os riscos do projeto?
  • Os impactos dos riscos nos projetos são relevantes?
  • Como mensurar as probabilidades?
  • Simulação é útil? Por quê?

Resposta ao Risco

Apresentação das possíveis contribuições referentes às alternativas para ampliar as oportunidades e reduzir as ameaças dos eventos nos projetos.

  • Como elaborar um plano de contingência?
  • Quais os aspectos dos recursos devem ser considerados?
  • Definição de estratégias para tratamento dos riscos:

– Aceite

– Mitigação

– Transferência

– Evitar a ocorrência

– Aproveitar

– Explorar

– Ignorar

  • Como verificar se os riscos foram minimizados ou maximizados?

Avaliação Qualitativa e Quantitativa

Apresentação das possíveis formas de controle do risco visando reagir às mudanças durante o projeto.

  • As respostas aos riscos estão sendo implementadas?
  • Novos riscos podem aparecer?
  • As premissas dos projetos ainda estão válidas?
  • Os objetivos serão atingidos?

Carga Horária: 16 horas

read more